48º Dia – Uyuni – em trânsito para La Paz

Após a noite anterior mal dormida, finalmente conseguimos ter uma boa noite de sono.

Como o nosso passeio para o salar sairia somente às 10:30, saímos para dar uma volta pela cidade depois do café.

Relógio na rua central de Uyuni
Estação de trem de Uyuni, funcionando para poucos destinos

Partimos para o salar e a nossa primeira parada foi nos montes de sal que são feitos e deixados por 7 dias para escorrer o excesso de umidade. Segundo o guia, a exploração de sal é feita toda manualmente exclusivamente pelos moradores de uma pequena vila situada bem próxima do salar, ou seja, somente “na pá” para fazer os montes e para carregar os caminhões.

Montes de sal

Seguindo adiante, paramos numa espécie de restaurante/museu de sal. Acreditamos que os blocos de sal utilizados para fazer esta construção foram retirados de uma parte mais profunda do solo, pois eles têm partes amarronzadas, não são 100% branquinhos.

Construção de sal

Neste lugar, ficamos bastante tempo “brincando” com as imagens fotográficas que poderíamos obter devido a profusão branca do salar. Foi muito divertido!

Branco infinito
Brincando com a profusão branca
Brincando novamente
Dá uma vontade de experimentar para ver se é sal mesmo
Grupo reunido: 2 holandesas, 2 brasileiros e 2 australianos

Por volta das 13:00, nos afastamos e fomos literalmente para o meio do nada nesta imensidão branca, onde a nossa e outra 4X4 da mesma agência fomos almoçar.

Aprontando o almoço no salar
Almoçando no salar

Na volta, ainda paramos na entrada do salar novamente, onde tem ainda uma pequena parte que corre água, mas não conseguimos tirar fotos de reflexão na água, pois estava um pouco ventoso e a água não mais formava um espelho.

Esta água é muuuiiittto salgada

De volta a Uyuni, tínhamos umas 4 horas de tempo livre até a saída do nosso ônibus para La Paz à noite. Fomos dar mais uma volta na cidade e passamos no mercado público onde se encontra absolutamente de tudo.

Mercado público de Uyuni
Mercado público de Uyuni

Voltamos para o hotel, onde grande parte do grupo estava reunida jogando conversa fora. Todos iriam pegar algum ônibus para algum lugar à noite, pois Uyuni funciona apenas como cidade de passagem.

Nos juntamos ao nosso grupo de 4X4 e começamos a trocar dicas dos próximos destinos. Ainda faltava um bom tempo para à noite, quando a nossa colega holandesa sugeriu que passássemos o tempo com um jogo que ela havia trazido chamado “Sushi Bar”. Foi um jogo bem divertido, principalmente porque ganhamos 3 rodadas – sorte de principiante!

Às 19:15, nos movimentamos em direção à saída do ônibus localizada a umas 4 quadras do hotel. Uyuni não tem uma rodoviária, mas todos os escritórios das companhias ficam concentrados no mesmo lugar.

Às 20:00, o nosso ônibus partiu. Teríamos aproximadamente 11 horas de viagem até La Paz.

Adios, Uyuni!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *