45º Dia – San Pedro de Atacama (Museu Gustavo Le Paige)

Não tínhamos nenhum passeio marcado para hoje. Estávamos com o dia livre para tomarmos café com mais calma e conhecer melhor a cidade. Não mencionamos ainda, mas o clima é de deserto: quente durante o dia e muito frio à noite. San Pedro de Atacama é um oásis no deserto abastecida pelo rio São Pedro.

Saímos do hotel às 10:30. Caminhamos pela cidade calmamente. Conhecemos a igreja, cuja data de construção é desconhecida, mas sabe-se que já funcionava como paróquia em 1641. Foi declarada Monumento Nacional em 1951.

Igreja de San Pedro de Atacama
Vista interna da Igreja de San Pedro de Atacama

Visitamos a feira artesanal que, em realidade, não tinha tantas coisas artesanais assim. Passamos o resto da manhã na internet, pois tínhamos muitas atualizações para fazer.

Por volta das 14:00, começou a bater uma fominha. Comemos “cazuela” de frango que é uma espécie de ensopado típico no restaurante “Las Delicias de Carmen” (Calama, 270).

Voltamos ao hotel para descansar e saímos às 16:30 novamente. Visitamos o Museu Gustavo Le Paige. Por sorte, estava por começar uma visita guiada em espanhol. Nos inscrevemos e, para nossa surpresa, a guia era uma bióloga brasileira. Como estávamos somente nós dois, a visita guiada acabou sendo em português. Esta visita guiada foi excelente. Deu para ter uma ideia muito boa sobre como surgiram os povos e animais que habitaram/habitam a região.

Museu Gustavo Le Paige
Museu Gustavo Le Paige
Museu Gustavo Le Paige

À noite, jantamos no restaurante Solinti novamente. Sem dúvida, muito bom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *