18º Dia – Bogotá

Dia começando a 500 metros a mais da altitude média de Bogotá. Dia de subir o Cerro de Monserrate de teleférico.

Teleférico para o Cerro Monserrate
Subindo o Cerro Monserrate com o teleférico

Do alto do Cerro Monserrate, podemos ver a imensidão que é esta cidade de mais de 8 milhões de habitantes.

Vista de Bogotá do alto do Cerro Monserrate

A Basílica del Señor Caído de Monserrate foi inaugurada em 1920 e, desde então, é um lugar de peregrinação.

Basílica del Señor Caído de Monserrate
Campanário no Cerro Monserrate

Os jardins são muito bem cuidados no Cerro Monserrate e encontramos várias espécies de plantas e pássaros.

Flor no Cerro Monserrate
Planta no Cerro Monserrate
Flor no Cerro Monserrate
Flor no Cerro Monserrate
Um dos muitos pássaros no Cerro Monserrate

Depois de um café no La Tarteria para nos abastecermos de energia, enfrentamos mais de 2 horas no Museo del Oro.

Entrada do Museo del Oro
Os objetos eram modelados com cera de abelhas e envolvidos com argila. Esta argila era aquecida e a cera derretia, formando o molde para a fundição do objeto em ouro.
Exemplo de peças de ouro usadas no corpo
Objetos em ouro, utilizando diferentes técnicas de elaboração
Representação em ouro de uma jangada utilizada em rituais de oferenda

Caminhando mais pela La Candelária no turno da tarde, pudemos comprovar, pelo segundo dia consecutivo, o que já haviam nos falado: o tempo em Bogotá é bipolar – chove e faz sol a todo instante.

Santuario Nacional Nuestra Señora del Carmen
Iglesia de San Agustín
Museo Santa Clara
Museo Santa Clara

Finalizamos a tarde no Loto Azul Vegetariano – ótima opção vegetariana para quem está em Bogotá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *