17º Dia – Bogotá

Primeiro dia oficialmente em Bogotá!

Para ter uma ideia inicial dos principais pontos turísticos, agendamos um tour com a empresa Beyond  Colombia através de um site que junta vários tours gratuitos de todo mundo chamada Freetour.com. Relembrando que gratuito para eles significa contribuição voluntária.

O ponto de encontro foi em frente ao Museo del Oro às 10:00. O nosso guia foi muito atencioso e percorremos vários pontos do bairro La Candelária – considerado o bairro mais famoso e antigo de Bogotá que busca manter o seu ar colonial  na maioria das suas construções.

Em vários pontos do trajeto, o nosso guia falou sobe a história do país e como eles chegaram nos dias de hoje.

Praça Santander em frente ao Museo del Oro

Um dos principais pontos turísticos do bairro La Candelaria é o Chorro de Quevedo, pracinha que é considerada o lugar onde Bogotá foi fundada.

Plazoleta Chorro de Quevedo

Passamos rapidamente pelos Museus Botero e Casa da Moneda, onde o guia apenas fez uma breve apresentação. Quem tivesse interesse, poderia visitar estes museus com mais tempo.

Nosso guia dando explicações antes da entrada do Museo Botero
Jardins do Museo Botero
Versão da Monalisa por Botero
Obra de Botero dentro do Museo Botero
Jardins da Casa de Moneda
Casario no centro histórico La Candelaria
Casario no centro histórico La Candelaria

Nos seus quase 14.000 m2, a Plaza Bolivar. abriga ao seu redor 4 dos edifícios mais importantes de Bogotá:

Capitolio Nacional de Colombia – sede do Congresso Nacional
Palacio Liévano – sede da prefeitura de Bogotá
Palacio de Justicia “Alfonso Reyes Echandia”
Catedral Metropolitana de la Inmaculada Concepción à esquerda e Arquidiocese de Bogotá à direita

Após 3 horas, o tour é finalizado no Centro Cultural Gabriel Garcia Marquez – famoso escritor colombiano que ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1982.

Centro Cultural Gabriel García Márquez
Vista da Calle 11 com a catedral ao fundo a partir do Centro Cultural Gabriel García Márquez
Vista da Calle 11 onde situa-se o Centro Cultural Gabriel García Márquez

No começo da tarde, fomos até o restaurante La Puerta Falsa no bairro La Candelaria. É servida a típica comida colombiana. Este restaurante foi fundado em 1816 e está com a mesma família há 6 gerações.

Vista interna do Restaurante “La Puerta Falsa”

Mais uma caminhada pelo bairro La Candelaria e chegamos até a Igreja La Candelaria que teve a sua construção iniciada em 1686 e finalizada em 1703.

Igreja da Candelária

Sobrando um tempinho ainda, passamos no Museo Internacional de la Esmeralda. Não pudemos tirar fotos da exposição das esmeraldas em si, apenas de uma parede que demostrava como as esmeraldas podem ser encontradas nas minas.

Museu da Esmeraldas

Finalizamos a tarde com um capuccino na Cafeteria La Romana.

Capuccino no La Romana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *