11º Dia – Bariloche (Tronador – Ventisquero Negro)

Fomos dormir com um barulho de chuva na noite anterior.

Ao sairmos do hotel após às 9:00, o céu estava nublado com algumas poucas aberturas de sol.

O passeio de hoje seria até o Cerro Tronador e Ventisquero Negro, novamente com o guia-motorista Ricardo.

Tivemos que percorrer 35km de asfalto pela Ruta 40 + 50km de chão batido, sendo estes últimos dentro do P.N. Nahuel Huapi. O pagamento de uma taxa é obrigatório na entrada desta parte do parque.

A estrada dentro do parque costeia, em quase todo percurso, o Lago Mascardi de um verde esmeralda inacreditável. De acordo com o guia, a presença de sulfato torna a água desta cor.

Pescador de trutas no Rio Manso
Rio Manso num ponto nem tão manso assim
Ponte sobre o Rio Manso
Mirador do Lago Marcardi com a Ilha Corazón ao fundo
Lago Mascardi
Pescadores no Lago Mascardi

Paramos ao meio-dia para almoçarmos num restaurante dentro do parque. Terminado o almoço, continuamos a viagem até chegarmos finalmente no Tronador e Ventisquero Negro.

O Tronador tem este nome, porque um estrondo é ecoado quando o gelo é desprendido. Tivemos a oportunidade de ouvir o barulho uma vez somente, enquanto estávamos lá.

Tronador ao fundo

O Ventisquero Negro é um glacial escuro devido à incorporação de sedimentos, muito diferente dos outros glaciares imaculadamente brancos.

Ventisquero Negro

As duas atrações são muito interessantes com uma vegetação muito bonita. Do outro lado do Tronador, já encontra-se o Chile.

Flores no P.N. Nahuel Huapi
Flores no P.N. Nahuel Huapi
Flores no P.N. Nahuel Huapi

Ao voltarmos para Bariloche, passamos na rodoviária para comprarmos as passagens para o próximo destino e fomos para o centro olhar as lojas.

À noite, jantamos fondue de queijo na “Casita Suiza” (Quaglia, 342) com o vinho Newen produzido em Neuquém, provavelmente mais uma zona de produção, além do polo de Mendoza. Deste jeito, não vai ter como não engordar.

Jantando fondue

1 comentário em “11º Dia – Bariloche (Tronador – Ventisquero Negro)”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *